top of page

DIA DOS AVÓS

Se eu pudesse dar um conselho só as jovens mamães eu diria: “permita que os avôs amem seu filho”.

Ah sim... eles não entendem das novas tecnologias, nem caminham com as novas descobertas científicas; podem ter técnicas e conselhos que pareçam ultrapassados (e a verdade é que a maioria deles funcionam)... mas, acredite: ninguém vai amar seus filhos com um amor que chega próximo ao seu como eles...

Amando seu filho é como se eles pudessem amar novamente você: bebê, criança, adolescente... em todas as fases da sua vida. E por isso eles se empenham tanto pra errar bem menos, e acertar muito mais... afinal não é sempre que você ganha uma nova oportunidade pra aprender amar.

Não se irrite, respire fundo diante de tantos conselhos e opiniões. Será difícil aquieta-los porque eles já descobriram que é melhor errar por excesso de amor.

Não se chateie por causa dessa bala ou pirulito, esse copo de achocolatado que parece desnecessário ou esse bombom. Acredite, aquilo pra eles não se chama açúcar, se chama carinho. É como se a criança pudesse carregar na mão um beijinho.

Constantemente você vai perceber que seus filhos podem coisas que seus pais jamais teriam tolerado a você... mas, não se entristeça, pelo contrário sorria por dentro ao olhar; acredite, eles estão voltando no tempo para corrigir esses erros.

Eles nunca tem pressa, nunca estão ocupados demais. Eles sentem no corpo que o tempo está passando, e conseguem lembrar detalhadamente onde perderam você, entre o casamento, o trabalho e as parcelas. Eles têm a certeza: seu filho está dando a eles a oportunidade de continuar vivo de verdade, de ser útil, você está devolvendo a eles o amor, seria cruel não deixá-los desfrutar.

Acredite aquela “bardinha” passa depois de uns dias, ninguém nunca foi diagnosticado com morte de colinho demais, denguinho demais... mas não saber o quanto você é amado, isso sim mata, da morte mais cruel, aquela que você vai morrendo aos poucos. Eles estão depositando no coração do seu filho uma certeza: mais alguém me ama (muiiiiiito) e não apenas a mamãe e o papai.

Não se zangue porque eles não o corrigiram pelo objeto quebrado com a bola, a comida derramada, o copo de água virado... é que agora eles querem escrever novas histórias e apagar da mente aquele castigo que lhe deram por causa daquela xícara velha quebrada.

Permita que eles amem seu filho e você vai descobrir que eles têm um “amor leve” que você não consegue sentir. Isso é por causa do seu dever de educar, do cansaço que a rotina traz, da obrigação de disciplinar, do seu medo de errar. Esse amor leve fará marcas tão profundas na vida do seu filho, não os prive de sentir.

Não sinta ciúmes; seu filho vai lhe contar segredos, eles serão cúmplices de coisas que você jamais saberá, mas lembre-se você também um dia será chamada vovó.

Eu sei que os avôs parecem oferecer aos netos um mundo que não é real. Mas, pense bem, esse mundo às vezes é tão cruel... que mal pode fazer receber amor em dobro para viver?

Se eu pudesse dar um conselho só as jovens mamães eu diria: “permita que os avôs amem seu filho”.

Termino o texto em lágrimas...

♥️💙❤️💙❤️💙❤️💙❤️💙❤️💙❤️💙

“O Senhor te abençoará... e tu verás os filhos dos teus filhos.” (Salmo 128.5,6)

“Coroa dos velhos são os filhos dos filhos.” (Provérbios 17.6)

““O homem de bem deixa uma herança aos filhos de seus filhos...” (Pv 13.22)

💙♥️💙♥️💙♥️💙♥️💙♥️💙♥️💙♥️💙

Por: Juliane Teixeira dos Santos

291 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page